Porque Vir ao Sul

Unidxs pelo desejo de construir juntxs feminismos críticos, prazerosos, amorosos,
criativos, libertários, hetero-dissidentes, sem paredes, livres de violências de gênero
e exclusões … Nos reuniremos em Assunção (Paraguay) de 2 a 4 de novembro de
2012, para dançar, transar, inventar, beijar, revolucionar, compartilhar, aprender,
rir, criar, debater, propor, sonhar, denunciar, transformar. Queremos VENIR AL SUR
2012 para nos encontrarmos com todas as vozes, todas as formas, todos os corpos,
todas as práticas de nossos múltiplos feminismos. Se você se sente convocadx e
deseja ser parte dessa experiência: VENHA AO SUL!!! e nos ajude a difundir este
convite no mundo inteiro!!!

Realização Audiovisual:
Mujeres AL BORDE / Colectiva TransTortillera Paila Marina
Bogotá / Santiago de Chile, 2012.

Pronunciamento/ Outubro de 2010
VENIR AL SUR: ENCONTROS MÚLTIPLOS NO PARAGUAY 2012
Todas as vozes, todas as formas, todos os corpos, todas as práticas.

De diversos lugares da América Latina e do Caribe, nós, algumas das organizações e pessoas participantes do VIII ELFLAC na Guatemala, queremos fazer públicas nossas reflexões coletivas sobre o mesmo, e sobre o futuro de nossos movimentos na região.

Em primeiro lugar queremos reivindicar o papel central que as mulheres da diversidade tivemos, temos e seguiremos tendo no desenvolvimento prático e teórico dos movimentos feministas na nossa região e no mundo inteiro. A partir disto, ressaltar a importância da existência de espaços onde possamos compartilhar nossas experiências de luta e reconhecer de forma crítica sua incidência na transformação de nossas sociedades patriarcais, marcadas pela violência e pela exploração capitalista.

Em função disto e a partir de uma perspectiva feminista entendemos como estratégica e absolutamente necessária a construção desses espaços sobre o eixo do encontro e do reconhecimento da diversidade em todos os seus sentidos.

E por isso acreditamos na construção coletiva de espaços onde o acesso não esteja condicionado por biologicismos nem essencialismos de nenhum tipo e onde a “plenária geral” não seja nem a única nem a principal forma de se comunicar, mas que possamos interpelar nossos corpos políticos com suas afetividades e seus sentires mais diversos em uma gama de linguagens interatuantes que reflitam as vastas formas de transformação que ensaiamos e aprofundamos cada dia em nossos espaços de ativismo feminista.

Propomos que no lugar de “quartos próprios (cuartos propios)” fechados e imutáveis, esses espaços de encontro possam ser enormes jardins onde proliferem as articulações entre diferentes, e não as exclusões. E com esse fim convocamos a quem se sinta pertencente a esta comunidade ampla e diversa a participar desde este momento na construção do Primeiro Encontro LesBiTrans Feminista da América Latina e do Caribe.

Será este um espaço construído desde agora com múltiplos cruzamentos e encontros através de todas as vias possíveis, que façam que no Paraguay em 2012 se encontrem todas as vozes, todas as formas, todos os corpos, todas as práticas. Aquelxs que desejem participar desta construção convidamos a nos escrever pelo veniralsur2012@gmail.com.

Apenas ficam excluídxs deste espaço aquelxs companheirxs que consideram que a única prática válida é a sua prática, que o único discurso válido é o seu discurso, já que desse lugar tão solitário é impossível encontrar-se.

Abraços feministas abertos, flexíveis e orgásmicos

PESSOAS E ORGANIZAÇÕES QUE ASSINAM

Pessoas que assinam

Samira Montiel S. – Nicaragua/ Martha Villanueva Fabiana Tuñez – Argentina/ Ada Beatriz Rico – Argentina/ Ana Lucia Ramírez – Colombia-Chile/ Claudia Patricia Corredor – Colombia/ Michel Riquelme – Chile /Judith Grenno – Paraguay/ Camila Zabala – Paraguay/ Rosa Posa – Paraguay/ Peki Fernández – Paraguay/ Mali Ramirez – Paraguay / Rafaela Arrúa Cañete – Paraguay/ Carolina Robledo – Paraguay/ Cristina Nascimento – Brasil/ Valeria Rubino – Uruguay / Mariana Rodriguez – Uruguay/ Sandra Montealegre – Colombia/ Lorena Espinoza – República Dominicana/ Shirley Alarcón Zamora – Costa Rica/ Gladys Galarreta – Perú/ Margarita Salas Guzmán – Costa Rica/ Paulina Torres Mora – Costa Rica/ Graciela Ballestra – Argentina/ Claudia Castro – Argentina/ Gachi Rocha – Argentina.-

Organizações

Aireana – Paraguay / Asociación Civil La Casa del Encuentro – Argentina / Colectiva Mujer y Salud – República Dominicana / Mujeres al Borde – Colombia / 19 y Lilliana – Uruguay / Colectivo Ovejas Negras – Uruguay / Kolectiva Rebeldias Lesbicas / Colectiva Trans Tortillera Paila Marina, Chile / Grupo de teatro loucas de Pedra Lilïs – Brasil / Coordinadora Contra la Discriminación por Orientación Sexual – Costa Rica / Puerta Abierta – Argentina / La Fulana – Argentina / Cero en Conducta – Argentina.-

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s